PF investiga desvios de verbas públicas destinadas a atender vítimas de enchentes em Pernambuco

80

A Polícia Federal deu cumprimento hoje (14/2) a cinco a cinco mandados de busca e apreensão, expedidos pela 13ª Vara Federal, como um desmembramento da Operação Torrentes. As buscas foram executadas na região metropolitana de Recife, Sirinhaém e na cidade de São Paulo.

O objetivo das diligências empreendidas nessa nova fase é aprofundar investigações a respeito do envolvimento de servidores da Secretaria Nacional de Defesa Civil em contratações fraudulentas executadas pela Secretaria da Casa Militar de Pernambuco.

De acordo com o que foi apurado, suspeita-se que verbas repassadas para atendimento às vítimas das fortes enchentes que assolaram alguns municípios pernambucanos entre os anos de 2010 e 2011 foram desviadas.

Os dados coletados no bojo da Operação Torrentes revelaram transferências efetuadas pelas empresas investigadas em prol de servidores que a época, ocupavam cargos do alto escalão na Secretaria Nacional de Defesa Civil – órgão justamente encarregado não só de autorizar o repasse de verbas para as regiões afetadas pelos desastres naturais, mas também de fiscalizar a utilização desses valores.

Por outro lado, coincidentemente, essas mesmas empresas foram contratadas por diversos estados com as verbas públicas repassadas por aquele órgão. A suspeita, assim, é de que tais transferências sejam propinas pagas em razão dos direcionamentos das contratações.

Facebook Comments