Acusado de estuprar oito mulheres é condenado a 137 anos de prisão no Pará

100

A Justiça de Ananindeua no estado do Pará condenou Gilberto Egues da Costa, conhecido popularmente como Maníaco da BR, a 137 anos e 10 meses de prisão. Ele é acusado pelo estupro de oito mulheres, entre adolescentes e adultas. A decisão ainda cabe recurso da sentença. O réu respondeu a todo o processo privado de liberdade e ainda continua preso.

De acordo com os autos, os crimes ocorreram ao longo dos anos de 2018 e 2019. Além de estupradas, cerca de quatro dessas vítimas também foi roubada. As vítimas eram abordadas na BR-316, às proximidades de um shopping no bairro do Coqueiro, em Ananindeua, à noite, sob ameaça de arma de fogo. Elas eram levadas na bicicleta do réu para um local distante e deserto, onde eram estupradas e, por vezes, também roubadas.

As vítimas reconheceram o réu. O trabalho da polícia e da perícia forense identificou que em três das oito vítimas houve comprovação, por meio de perícia, de que o DNA do agressor encontrado coincidia com o DNA do réu.

Fonte: Folha Progresso

 

Facebook Comments