Acusado de tentativa de feminicídio é condenado por júri popular

Homem tentou matar a companheira a facadas após uma discussão no apartamento do casal. A tentativa de feminicídio ocorreu em julho de 2018.

10

O Tribunal do Júri de Taguatinga condenou a cinco anos de prisão homem que tentou matar a companheira no interior do apartamento do casal, em Taguatinga Sul. O acusado perseguiu a vítima com uma faca, mas sem conseguir atingi-la. A tentativa de feminicídio ocorreu em 22 de julho de 2018.

Para o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, o crime foi praticado contra mulher em contexto de violência doméstica e familiar e por motivo fútil, uma vez que o acusado agiu por ter se irritado com os comentários feitos pela vítima após uma discussão.

Durante o julgamento, o júri popular acolheu integralmente a denúncia do Ministério Público para condenar o réu. Sendo assim, o juiz  concedeu a condenação do acusado pela prática de tentativa de feminicídio qualificado pela futilidade.

Por ser reincidente, o réu deverá cumprir a pena em regime inicial fechado. De acordo com o magistrado, o acusado também não poderá recorrer em liberdade, uma vez que os motivos para a prisão preventiva permanecem os mesmos, “devendo ser mantida a segregação cautelar para a garantia da ordem pública e conveniência da instrução criminal”.

Facebook Comments