Há 17 anos, o ônibus espacial Columbia partia para sua última missão, que resultou em um tragédia

200

Em 2003, os Estados Unidos estavam investindo, mais que nunca, em uma tecnologia espacial que fosse mais barata, ou seja, que fosse mais acessível e que pudesse ser realizada com mais frequência do que se estava acostumado. O ônibus espacial Columbia era uma nave reutilizável que pretendia preencher esses requisitos, sendo lançada ao espaço há 17 anos, no dia 16 de janeiro de 2003.

Dentro da nave estavam sete astronautas, sendo eles cinco homens e duas mulheres. Rick Husband, Willie McCool, Michael Anderson, David Brown, Kalpana Chawla, Laurel Clark e Ilan Ramon estavam a bordo do Columbia — e morreram com sua queda.

Ele foi lançado pelo Programa Space Shuttle da NASA, responsável pelo desenvolvimento espacial dos Estados Unidos desde 1981 até 2011. Durante todos esses anos, foi possível observar um avanço tecnológico imenso gerado por muitas pessoas envolvidas no projeto. Mesmo com muitos pontos positivos, alguns negativos podem ser levantados, como a tragédia que aconteceu na aterrisagem do ônibus espacial em questão.

O Columbia estava retornando da sua vitoriosa missão espacial e científica, que durou apenas 16 dias, quando sofreu com uma imensa perda.

Os astronautas estavam se preparando para pousar no Centro Espacial Kennedy, na Flórida, EUA, no dia 1º de fevereiro de 2003. De acordo com as investigações realizadas após a queda, um pedaço de espuma isolante foi o maior responsável pela desintegração da nave.

O material fez um buraco no lado esquerdo da nave, o que fez com que muito ar quente entrasse, causando inúmeros problemas no ônibus. Isso aconteceu durante o processo de reentrada na atmosfera terrestre e causou a total destruição da espaçonave.

KENNEDY SPACE CENTER, FL – MAY 15: (FILE PHOTO) In this NASA handout, Columbia Space Shuttle debris lies floor of the RLV Hangar May 15, 2003 at Kennedy Space Center, Florida. The Columbia Accident Investigation Board.

Mais ou menos sobre a cidade de Dallas, muitas pessoas puderam ver o início da queda do Columbia. Ele começou a ser pulverizado no ar, quebrando-se em pedaços cada vez menores, o que fez com que os destroços ficassem espalhados ainda no céu. Uma chuva de detritos aterrorizou os Estados Unidos naquele dia.

O grande estrondo terminou a história do ônibus espacial Columbia com uma grande tragédia, que matou os sete astronautas que estavam a bordo da nave.

Fonte: Aventuras na História – Portal UOL

Facebook Comments